Quem me acompanha aqui sabe que eu sempre procuro comer boa comida e conhecer bons restaurantes durante minhas viagens: e é claro que na minha passagem por BH isso não seria diferente. Por isso, nesse post reuní as minhas dicas para te ajudar a descobrir onde comer bem em Belo Horizonte!

Até porque, para quem não sabe, BH recebeu o título de cidade criativa da gastronomia pela UNESCO em 2019. Só por aí já dá pra perceber que turismo gastronômico e Belo Horizonte são duas coisas que não podem andar separadas, não é mesmo? Sem falar que comida mineira é bom demais, uai!

Como a minha viagem por Belo Horizonte foi bem breve, apenas 4 dias, não consegui conhecer tantos restaurantes. Mas tive experiências ótimas em todos que eu fui, portanto, não posso deixar de escrever essas dicas para vocês. Vejam abaixo a lista de todos os restaurantes que eu conheci em BH:

  1. Glouton
  2. Xapuri
  3. A Pão de Queijaria
  4. Casa Cheia
  5. Redentor

Onde comer em Belo Horizonte:

1. Glouton

Claro que o primeiro restaurante da lista seria o renomado Glouton, a casa sofisticada e de alta gastronomia do famoso chef Leo Paixão. O restaurante mistura a culinária francesa com a mineira, e já adianto que essa combinação inusitada gerou excelentes resultados, rs!

A experiência que se tem no restaurante é realmente diferenciada, indo desde o belo ambiente até o atendimento de altíssimo nível e a comida simplesmente ma-ra-vi-lho-sa. Inclusive, no dia que eu fui tive o prazer de conhecer o próprio chef Leo Paixão, que estava lá e passou falando com todos de mesa em mesa. Uma simpatia que só! <3

Agora vamos as comidas…que só de lembrar me dá água na boca! Para começar, nós pedimos de entrada o ovo mole com surubim defumado, gratinado com Canastra e Gruyere (R$ 33,00). Eu simplesmente não tenho palavras para descrever o que era esse prato, mas posso dizer que foi uma das entradas mais deliciosas que já comi em toda a minha vida! De tudo que pedimos no Glouton, esse foi realmente o prato mais marcante e que mais se destacou. Juro que eu voltaria pra BH só pra comer essa entrada novamente, haha!

glouton restaurante bh
Entradinha perfeita do Glouton. Sem palavras!

De principal eu pedi o bacalhau ao creme de alho poró, pêra, batata sauté e cebola assada (R$ 93,00). Esse prato também estava divino e eu amei que mesmo eu tendo dúvidas sobre a pêra e eu não sendo uma super fã de bacalhau, eu amei o prato e pediria novamente.

dica de restaurante belo horizonte
Bacalhau delicioso do Glouton

O outro principal que pedimos foi o arroz melado de galinha à moda da roça com bacon, quiabo e lardo (R$ 73,00). Quem comeu esse prato foi a minha mãe e segundo ela, estava maravilhoso também. Ela comeu tudinho rezando e raspou o prato, então realmente devia ser delicioso, rs.

dica de restaurantes bh
Arroz melado de galinha do Glouton em Belo Horizonte

De sobremesa, fugimos do convencional e pedimos algo diferentão: um suflê de jabuticaba, que ao chegar na mesa, levou um banho de licor de jabuticaba. O suflê era extremamente macio por dentro, e ao se juntar com o licor, ficou molhadinho e uma delícia. Não é uma sobremesa muito doce, mas como não sou muito chegada a doce também, me agradou bastante!

dica de restaurantes bh
Suflê de jabuticaba do Glouton: sobremesa diferente e deliciosa

O Leo Paixão ainda possui outros 2 restaurantes na cidade, o Nicolau Bar da Esquina e o Nico Sanduíches. Não tive a oportunidade de conhecê-los, mas pela experiência do Glouton acredito que devem ser tão excelentes quanto!

2. Xapuri

Para quem não quer deixar de comer uma comidinha típica mineira, deixo aqui a dica do Xapuri, um restaurante super tradicional de Belo Horizonte e eleito o melhor restaurante de comida brasileira da cidade. Ele fica mais afastado do centro, mais próximo da região da Pampulha, mas garanto que vale a pena o deslocamento.

Primeiro porque não é apenas a comida que é sensacional, mas o próprio restaurante é uma atração a parte. Ele tem toda uma vibe de fazenda, deixando a experiência de comidinha de roça ainda mais perfeita. O ambiente rústico, as mesas de madeira pesada, o fogão a lenha, o cheirinho dos doces e bolos produzidos no local e as linguiças artesanais penduradas como decoração conferem ao local um charme que torna toda a experiência no restaurante maravilhosa.

Quando estive lá comi uma costelinha frita que veio acompanhada de arroz, tutu, torresmo, couve e aipim frito. Estava delicioso e eu comi até não aguentar mais! Hahaha!

xapuri belo horizonte
Costelinha frita do Xapuri

E não pára por aí: depois de se esbaldar na comidinha mineira de fazenda, o cafézinho com bolo de fubá é cortesia da casa! E que bolo delicioso, pessoal…acho que tudo que fazem nesse lugar merece aplausos! Deixo aqui meu apelo: não deixem de conhecer o Xapuri quando forem a BH, ok?

xapuri dica restaurante bh
Café e bolo do Xapuri: cortesia da casa

3. A Pão de Queijaria

O nome já diz tudo: aqui você come o melhor pão de queijo da cidade – pelo menos é o que dizem as várias placas de premiações que decoram as paredes do lugar. Localizado próximo ao centro de BH, o pequeno gastrobar possui um espaço acolhedor com ambiente informal e mesas nas calçada. O carro chefe do restaurante é obviamente o pão de queijo, mas apresentado de formas diferentes: seja puro feito de algum queijo muito gostoso, seja em sanduíches com diversos recheios.

Cada dia da semana possui um pão de queijo diferente, que pode ser feito com queijo gruyere, canastra, alagoa, salitre ou do serro. No dia que eu fui, o sabor do dia era com queijo salitre, então não pude experimentar os outros tipos.

Nossa pedida foi o pão de queijo puro com manteiga, o sanduíche Chovinista, que é recheado de costelinha de porco, queijo minas derretido, couve frita e bacon, e pedimos também a porção de polenta frita. Foi comida a beça! Não se deixe enganar pela foto do pão de queijo recheado: ele parece pequeno mas enche, viu? Hahaha!

Adorei a Pão de Queijaria e valeu a pena conhecer! Recomendo que vocês tenham essa experiência também. 😉

4. Casa Cheia

O Casa Cheia é um premiado restaurante que tem em dois endereços diferentes em BH: dentro do Mercado Central e na Savassi. Eu fui na filial do Mercado Central e essa é uma ótima pedida para o almoço quando você estiver passeando pelo local. O restaurante tem esse nome e não é a toa: é bem comum encontrar filas grandes na entrada. E como eles mesmo dizem em seu slogan, “se a casa é cheia, a comida é boa”. 🙂

Para começar, pedimos as almôndegas exóticas, que são bolinhas de carne recheadas de queijo canastra com creme de abóbora. Para acompanhar, vem uma cesta de pães. Esse prato é MUITO gostoso! E como eu não sou muito fã de abóbora, fui surpreendida positivamente. 

De principal, escolhemos o Mineirinho Valente, um dos pratos premiados no concurso Comida di Buteco. Trata-se de uma canjiquinha com costela, lombo, linguiça, pernil, queijo e espinafre. Vem bem servido para 2 pessoas, ainda mais combinando com uma entradinha. Eu AMO canjiquinha e sou suspeita para falar, então gostei muito do prato. Meu único ponto é que ele é bastante gorduroso, e me deixou um pouco pesada depois. Mas estava muito gostoso!

Além disso, vale falar também que tomei o chopp da casa que estava geladinho e delicioso. Ainda mais depois de bater perna no mercado, combinou super. 🙂

dica de restaurante belo horizonte
Chopp geladinho e delicioso!

5. Redentor

O Redentor foi uma grata surpresa na minha viagem. Eu estava hospedada na Savassi e descobri esse bar quando estava procurando dicas na internet e no TripAdvisor, meu app favorito para procurar restaurantes enquanto estou viajando. O Bar tem um ambiente muito legal e animado, sendo realmente um ótimo local para beber e ter uma noite informal com os amigos. Vale falar que além da unidade da Savassi, eles possuem outra no centor de BH também. 🙂

Além do chopp gelado, fui surpreendida pela deliciosa empadinha do Redentor. Tem toda uma cerimônia para anunciar que mais uma fornada da empada saiu e está pronta para ser distribuída. Quando você vir o garçom dando voltas no restaurante balançando um sino, se prepare: empadas chegarão na sua mesa, rs! Minha dica aqui é: peça a empada de frango, é MUITO gostosa e é um excelente acompanhamento pro choppinho.

empada redentor bh
Empada de frango do Redentor, um espetáculo!

Além das empadas, nós pedimos também o Jabá Porta Bandeira, um prato de carne seca salteada com farofa e cebola, acompanhado de uma manteiguinha derretida. Sen-sa-cio-nal!

redentor belo horizonte
Jabá Porta Bandeira, prato maravilhoso do Redentor

Ah, antes que eu me esqueça: além do chopp, pedimos também o drink que leva o nome da casa, o Redentor. Feito de gin, mate, hortelã, limão, baunilha e espuma de tangerina. O drink vem muito bem servido e é muito gostoso. Recomendo! =)

*

Esses foram o restaurantes que eu conheci na minha viagem de 4 dias em Belo Horizonte, em dezembro de 2019. Tive ótimas experiências e recomendo todos eles! 🙂

E você, tem mais alguma dica de restaurante bom em BH? Deixe aqui nos comentários, vamos ajudar outros viajantes!

*

Continue acompanhando minhas viagens e comilança em tempo real no Instagram do @blogpelocaminho!


Está planejando sua viagem para Belo Horizonte? Deixa que a gente te ajuda! 🙂 Primeiro, você deve pesquisar uma passagem área para a capital mineira. Eu sempre uso o Skyscanner ou o Decolar.com para fazer buscas e encontrar passagens mais baratas.

O segundo passo é procurar uma hospedagem pelo Booking ou aproveitar o desconto de R$ 130,00 no Airbnb que eu dei pra vocês. Caso seja do seu interesse, vale alugar um carro também em BH, principalmente se você tiver planejando ir para Inhotim também e quiser ir por conta própria para o parque. Para isso, você pode utilizar o site comparador de preços RentCars. Sempre alugo por esse site e só tive experiências positivas!

Por fim, não deixe de ler também os outros dois posts aqui do Blog sobre Belo Horizonte. Para ver o roteiro que eu fiz na cidade, incluindo um bate-volta em Inhotim, clique aqui. E para saber tudo sobre Inhotim e como planejar seu passeio para o maior museu a céu aberto do mundo, basta clicar aqui. 🙂

*Todos os sites mencionados acima são parceiros do blog e são utilizados por mim também. Se você reservar através dos links acima, eu ganho uma comissão pela venda e você não paga nada mais por isso! Essa é a forma que eu tenho de manter o blog, pagando os custos de hospedagem, domínio, entre outras despesas que o site possui. 😉


DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Nome